Violência entre alunos armados assusta professores e estudantes, em escola pública da zona Oeste

Com informações de Charles Fernandes

17/04/13 – Cerca de trinta professores da Escola Estadual Raimundo Nogueira, localizada no conjunto Ajuricaba, zona Oeste de Manaus, paralisaram as aulas, na tarde dessa quarta feira (17), em protesto contra a falta de segurança.

Segundo os professores, na noite da terça feira (16), dois estudantes brigaram no colégio. Após a briga, um dos adolescentes foi embora e voltou com familiares, que também partiram para a agressão física, agrediram o acusado dentro da escola.

Além das brigas, que segundo os professores, são constantes, a insegurança se dá, também, dentro da sala de aula. Alguns estudantes estariam assistindo às aulas armados, e intimidam todo mundo.

A polícia foi acionada, mas, mesmo com a presença dos policiais, os adolescentes continuaram brigando na escola.

Amedrontada, a avó de uma estudante, a dona de casa Creuza Cajueiro, disse que vai solicitar a transferência da neta para outra instituição de ensino, no bairro.

A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) informou que lamenta a agressão de familiares de um estudante contra outro, dentro do colégio, e que, a partir da semana que vem, vai tomar providências contra a violência na escola.

Segundo a SEDUC, será instalado um sistema de segurança, na escola, com câmeras monitoradas de uma central, que ainda será definida, e catracas de acesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *