Em Manaus, neste domingo (14), Kassab (PSD) declara apoio à ZFM e fala de eleições com Omar

13/04/13 – O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, vem a Manaus, neste domingo, para uma agenda política, em que,  além de uma reunião com o presidente do partido no Amazonas, o governador Omar Aziz, também deverá declarar apoio à prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM).

O encontro, que acontece às 10 horas,  no Hotel Caesar Business, na avenida Darcy Vargas, 654, bairro Chapada, zona Centro-Oeste de Manaus, vai reunir dirigentes e lideranças nacionais e regionais do PSD.

Além da ZFM, outro assunto da pauta são as eleições do ano que vem, às quais Omar foi lançado candidato ao Senado, esta semana, pelo ex-líder da maioria na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-Am), e correligionário, deputado Marco Antônio Chico Preto. Pela estratégia, Omar engrossaria a lista de senadores do partido, em Brasília.

O lançamento do nome do governador foi com base em uma pesquisa, encomendada por Chico Preto e “dois amigos”, onde Omar aparece com 55% das intenções de voto. Pela sondagem, o senador e atual ocupante da cadeira que será disputada em 2014, Alfredo Nascimento, tem 14% e o ex-prefeito Amazonino Mendes, 9% das intenções de voto.

Na pesquisa, que foi estimulada, apenas os nomes de Omar, Alfredo e Amazonino foram submetidos aos entrevistados. Desses, 22% disseram que não votariam em nenhum dos três nomes. Os indecisos são 1%.

De acordo com Chico Preto, a consulta custou R$ 12 mil e ouviu 1.100 pessoas entre os dias 4 e 6 de abril em quatro zonas geográfica de Manaus: Norte, Sul, Leste e Oeste

No Amazonas, o PSD tem cinco representantes na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-Am). O presidente da Casa, Josué Neto, David Almeida, Marco Antônio Chico Preto, Ricardo Nicolau e Fausto Souza.

Na Câmara Federal, o PSD conta com 55 deputados, mas oito estão licenciados. Com o apoio declarado por Kassab, os parlamentares do partido receberiam a orientação de votar a favor da Zona Franca em futuros projetos, na Câmara Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *