Crimes de discriminação vêm sendo acompanhados por comissão criada pela SSP-AM

15/04/13 – Desde o início do mês de abril, a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) vem acompanhando casos de discriminação registrados nas delegacias de Manaus e do interior do Amazonas. O objetivo é conseguir prestar serviço para quem pessoas que são discriminadas por raça, cor, idade, crença, etnia e orientação sexual.

De acordo com o órgão, os membros da comissão apresentam sugestões às vítimas sobre como agir e realizam ações públicas que colaborem para diminuição dos crimes no Amazonas. O órgão alerta que crimes do gênero podem levar o infrator a penas de dois a cinco anos de prisão.

A violência sexual e atitudes preconceituosas contra homossexuais terão a prioridade dos trabalhos coordenados pela Ouvidoria do SSP-AM. A formação do grupo é resultado de uma parceria entre o governo estadual e federal, através da Secretaria Nacional de Direitos Humanos (Senasp), do Ministério da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *