Comissão de Turismo da CMM discute criação de agenda positiva, visando Copa de 2014

18/07/13 – A Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Câmara Municipal de Manaus (COMTIC/CMM) vai montar uma agenda positiva para discutir os temas relacionados à área, com vistas à Copa do Mundo de 2014. Foi o que garantiu, nesta quinta-feira (18), o presidente da Comissão, vereador David Reis (PSDC) após reunião com representantes do setor turístico, na Casa Legislativa.

Uma nova reunião da comissão deverá ser agendada, para a formulação dessa agenda, visando melhoria do turismo na cidade de Manaus. Para David Reis, a melhoria na qualidade do turismo reflete na melhoria de vida e alcança a população de Manaus.

A convocação da reunião para discussão do tema ‘Turismo receptivo na Copa do Mundo de 2014, hospedagem, mobilização urbana e alimentação’, foi motivada pelo preparativos do setor turístico para a Copa do Mundo de 2014. Entre os participantes, a diretora de Turismo da Fundação Municipal de Eventos e Turismo (Manaustur), Enilda Lins; o diretor de Engenharia do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Paulo Henrique Martins; o representante da Diretoria de Planejamento do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Elter Brito; a vice-presidente da Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-AM), Maria Helena Fonseca; o presidente da Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo de Amazonas (ABBTUR/AM), José Itamar Souto; o representante da Associação de Bares e Restaurantes do Amazonas (Abrasel/AM), Mário Valle; a presidente do Sindicato dos Guias de Turismo do Amazonas (SINDGTUR), Rocilda Silva, e o vice, Roberto Delfino Maia; além do vice-presidente do Amazonas Convention &Visitors Bureau,  Wagner Cardoso.

David Reis aproveitou para conversar com o representante da Abrasel/AM, Mário Valle, sobre a questão da certificação e da segurança alimentar dos restaurantes de Manaus. De acordo com o vereador, por causa da preocupação com sua saúde, na hora de se alimentarem, cresceu a exigência dos turistas, que ao chegarem à cidade de destino, dão preferência aos restaurantes que tenham certificação de qualidade.

Conforme David Reis, Mário Valle também manifestou preocupação com a certificação que estabeleça nota para a qualidade do atendimento. “E isso sabemos que a cidade de Manaus carece”, disse.

Representante do Sindicato dos Guias de Turismo, Rocilda Silva, disse que é importante esclarecer que a atividade precisa de regulamentação e que os profissionais devem ter cadastro no Ministério do Turismo para trabalhar legalmente na área. Segundo ela, hoje cerca de 600 guias trabalham na área no Estado do Amazonas, entretanto, apenas 115 estão cadastrados no sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *