Matérias

Concurso do TCE-AM: resultados das provas objetivas devem ser divulgados até 15 de setembro

Os resultados definitivos das provas objetivas do concurso público do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) devem ser publicados até o dia 15 de setembro. Realizado nos dias 18 e 25 de agosto, o concurso disponibiliza 40 vagas para provimento imediato na Corte de Contas, com vencimentos de até R$ 8,3 mil, além de benefícios.

Com a divulgação do resultado das provas objetivas, a FGV deve divulgar a data de publicação dos resultados da prova discursiva.

“Toda a equipe responsável pela realização do concurso, seja da banca realizadora, ou do próprio corpo técnico do Tribunal, está empenhada em divulgar os resultados das provas da forma mais célere possível. Queremos todos os aprovados muito em breve trabalhando conosco na Corte de Contas”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Também no dia 15 de setembro serão divulgadas as respostas aos recursos interpostos contra o gabarito preliminar e contra a aplicação das provas, assim como será publicado o gabarito definitivo da prova objetiva. Todas as publicações devem ser realizadas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca realizadora do certame, pelo endereço https://conhecimento.fgv.br/concursos/tceam21/02.

Na nesta sexta-feira (27), foi publicado no site da FGV o gabarito preliminar da prova discursiva. Segundo a banca organizadora, a homologação para os cargos de Auditoria de Obras Públicas e Auditoria de Tecnologia da Informação que tiveram apenas prova objetiva poderá acontecer ainda em setembro.

“Após esse período, haverá correção e apuração dos resultados das provas discursivas somente para os cargos de Ministério Público de Contas e Auditoria Governamental.  Mesmo assim, a expectativa é que para todos os cargos a homologação aconteça ainda em 2021”, frisou Juliana Borello, coordenadora do projeto do certame.

​​Abstenções

Dos 15.659 inscritos para o concurso público do TCE-AM, 7.932 não compareceram ao segundo dia de provas, sendo automaticamente eliminados do certame. O montante corresponde a um total de 50,6% de abstenções registradas.

Das 40 vagas, 18 são para a área de Auditoria Governamental, 15 para Auditoria de Tecnologia da Informação, cinco para Auditoria de Obras Públicas, e duas para o Ministério Público de Contas. A carga horária de trabalho semanal é de 30h.

Deixe seu comentário

TV

Rádios

Arquivos

  • Arquivos

  • Links

    Links