17/12/2013 - 17h33

Sorteio indica endereços dos primeiros moradores da 2ª etapa do Residencial “Viver Melhor”

Contemplados com suas moradias, 5.384 famílias ficaram sabendo, nesta terça-feira (17), por meio de sorteio, realizado pela Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), em conjunto com a Caixa Econômica Federal, os endereços que irão ocupar na segunda etapa do Residencial “Viver Melhor”, localizado no bairro Santa Etelvina, zona Norte, próximo à barreira de acesso à AM-010.

O conjunto habitacional é um investimento do Governo do Amazonas em parceria com o Governo Federal, por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. A primeira etapa do Residencial Viver Melhor foi entregue em dezembro do ano passado, com 3.511 moradias.

O ajudante de pedreiro, Alcides Oliveira Filho, 42, e a esposa dele, Silvana da Costa, 42, foram sorteados a ocupar um dos apartamentos no residencial. Eles participaram do sorteio a convite da Caixa, que convocou ao todo 20 famílias para testemunhar a idoneidade do sorteio.

Para o esposo, Alcides, não importava ser casa ou apartamento, o sonho do novo lar já havia se realizado. “Agora com o dinheiro que vai sobrar do aluguel vai dar pra melhorar nossa qualidade de vida”, disse o ajudante de pedreiro ao revelar que gastava R$ 450 com aluguel.

A lista com os nomes dos contemplados está disponível no site da Suhab (www.suhab.am.gov.br). A partir do próximo dia 26 de dezembro, a Direcional, empresa responsável pela obra, entrará em contato com as famílias contempladas para agendar a vistoria do imóvel. A partir daí a Caixa também fará contato com essas pessoas para a assinatura do contrato de imóvel.

De acordo com o diretor presidente da Suhab, Sidney de Paula, a entrega da chave deve ser feita a partir da segunda quinzena de fevereiro de 2014.

“São 5.384 vistorias e 5.384 contratos a serem executados antes de fazer a mudança dessas pessoas. É um volume muito grande e precisamos de um tempo para resolver tudo isso”, disse Sidney.

Com a entrega das novas habitações, o residencial passa a ter 8.895 unidades, entre casas e apartamentos. A primeira etapa, entregue ano passado, contemplou 3.511 famílias com renda máxima R$ 1.600. Das 5.384 moradias da segunda etapa, que recebeu investimentos de R$ 300 milhões, sendo R$ 100 milhões de contrapartida do Estado, há 680 casas, sendo 160 delas adaptadas a pessoas com deficiência.

Conforme o diretor da Suhab, este é o maior residencial popular já construído pelo Governo Federal com contrapartida do Estado. “Essa é uma meta que nós, sob recomendação do governador Omar Aziz, conseguimos atingir como forma de presentear essas pessoas neste Natal”, frisou. A contrapartida do Governo do Estado é destinada principalmente à construção de equipamentos sociais, como escolas e unidades de saúde e da área de segurança.

Deixe seu comentário