14JAN

Plano de aula para educação infantil ( Ruy Hara – 1º ano )

As aulas vão começar, e é preciso um planejamento diferenciado para nossos filhos autistas. Na finalidade de ajudar outras mães e profissionais que estejam cuidando de crianças no mesmo nível escolar do Ruy, segue o plano de aula que foi elaborado com muito carinho.

Atenção: Apesar de o Plano ser apenas para o 1º bimestre, devemos esquecer a questão temporal e não ultrapassar o assunto sem que a criança tenha realmente aprendido.

ALUNO: RUY HARA TIRADENTES

IDADE: 8 ANOS

 

PLANEJAMENTO – 2011

 

Este plano deve ser acompanhado não só pela escola, mas também pelos profissionais interventores e familiares.

 

1º BIMESTRE

 

 

OBJETIVOS ACADÊMICOS

O aluno deverá ser capaz de:

  • Interessar-se por livros de histórias infantis: leitura recreativa dos clássicos (Branca de Neve, Os três porquinhos, Rapunzel)
  • Seqüência Lógica (Início – Meio – Fim )
  • Manter os conhecimentos adquiridos para identificar símbolos; (Igual, diferente, maior, menor, mais e menos )
  • Identificar formas geométricas
  • Emparelhar formas geométricas
  • Manter os conhecimentos adquiridos para identificar numerais até 50;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para identificar quantidade;
  • Associar quantidade/ numeral;
  • Realizar traçado dos numerais de 1 a 50
  • Realizar contagem oral dos numerais de 1 a 50;
  • Parear numerais de 1 a 50;
  • Numeral por extenso ( 1, 2 e 3)
  • Numerais Ordinais ( 1º, 2º, 3º e último )
  • Identificar objetos relacionados à higiene pessoal;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para identificar materiais escolares;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para identificar objetos de modo geral;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para montar figuras com 10 peças;
  • Apresentar boa preensão para segurar o giz de cera;
  • Manusear corretamente massinha de modelar;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para segurar o lápis de cor com boa preensão;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para segurar lápis grafite com boa preensão;
  • Funcionalizar materiais de trabalho, como: giz de cera, tintas, guache, cola colorida, lápis de cor, papéis diversos;
  • Manter os conhecimentos adquiridos para manusear jogos pedagógicos com funcionalidade;
  • Identificar as vogais A E I O U;
  • Significado da palavra VOGAL;
  • Escrever as vogais;
  • Quais são e quantas são as vogais;
  • Realizar cópia das vogais A E I O U;
  • Realizar escrita espontânea de seu nome;
  • Identificar as letras de seu nome;
  • Falar e escrever seu endereço;
  • Falar e escrever seu telefone;
  • Parear primeira letra da palavra à palavra;
  • Identificar as cores primárias;
  • Emparelhar as cores primárias;
  • Discriminar os conceitos básicos de maior / menor;
  • Discriminar os conceitos básicos de muito / pouco;
  • Discriminar os conceitos básicos de em cima / embaixo;
  • Pintar dentro do limite estipulado;
  • Manusear a cola líquida corretamente;
  • Utilizar a tesoura com funcionalidade;
  • Realizar recorte manual;
  • Reconhecer sua própria imagem em fotos;
  • Reconhecer a imagem dos colegas em fotos;
  • Identificar o tempo (sol, chuva e nublado);
  • Identificar o dia da semana;
  • Reconhecer os animais domésticos;
  • Nomear os animais domésticos;
  • Emparelhar os animais domésticos;
  • Expressões faciais;
  • Identificando obras de arte;
  • Conceitos gerais sobre alimentos;
  • Reconhecer frutas (maçã, banana, uva, abacaxi, pêra, laranja, morango);
  • Emparelhar frutas (maçã, banana, uva, abacaxi, pêra, laranja, morango);
  • Apresentar boa preensão para segurar o perfurador para punção;
  • Identificar as partes do corpo humano
  • Identificar os meios de transporte
  • Realizar emparelhamento dos meios de transporte
  • Realizar tarefas relacionadas à data comemorativa: Dia do Índio;
  • Realizar tarefas relacionadas à data comemorativa: Dia do Circo.
  • Perceber a existência do ar;
  • - Reconhecer o ar em movimento;
  • - Identificar instrumentos que comprovem a existência do ar.
  • - Elaborar um mural sobre a data comemorativa: Páscoa;
  • - Confeccionar uma lembrança (dedoche/embalagem de TNT), utilizando a data comemorativa-Páscoa.
  • - Diferenciar os dias da semana;
  • - Relacionar o dia da semana de acordo com sua rotina;
  • - Reconhecer o significado da data comemorativa: Páscoa
  • - Reconhecer o espaço físico da escola; – Cozinha de casa.
  • - Diferenciar funcionários e alunos da escola.
  • -Identificar antecessor dos numerais;
  • -Identificar sucessor dos numerais;
  • -Reconhecer o sistema monetário brasileiro;
  • -Identificar preços de mercadorias no mercado;
  • -Associar o valor da mercadoria à cédula correspondente;
  • -Manipular calculadora para operação fundamental adição;
  • Realizar operações de adição (tabuada de 2 e de 3)
  • Saber o conceito de PAR.
  • Saber o conceito de Números Pares
  • -Formar palavras a partir das sílabas;
  • -Escrever palavras utilizando letra bastão;
  • -Manter conhecimento quanto às famílias silábicas;
  • -Separar sílabas das palavras
  • -Realizar cópia de palavras;
  • Realizar leitura de palavras;
  • Interpretar pequenos textos

 VEJA MAIS …

 

OBJETIVOS COMPORTAMENTAIS

O aluno deverá ser capaz de:

  • Pedir água;
  • Interagir com outras crianças;
  • Imitar movimentos de bater palmas;
  • Imitar movimentos de fazer tchau;
  • Imitar movimentos de mandar beijo;
  • Obedecer a ordens simples;
  • Indicar necessidade básica para banheiro;
  • Controlar esfíncter vesical;
  • Esperar sua vez durante as atividades;
  • Reduzir comportamento de jogar objetos ao chão;
  • Permanecer sentada durante 15 minutos;
  • Direcionar a atenção para a tarefa;
  • Diminuir exploração sensorial (colocar objetos na boca);
  • Reduzir comportamento de gritar e chorar quando frustrada;
  • Reduzir agitação enquanto realiza atividades.

 

 

OBJETIVOS PARA COMUNICAÇÃO

O aluno deverá ser capaz de:

  • Pedir o que quer;
  • Pedir para ir ao banheiro;
  • Pedir ajuda.
  • Expressar suas necessidades e/ou vontades verbalmente;
  • Expressar suas necessidades fisiológicas utilizando o painel de comunicação da sala;
  • Pedir desculpa, pedir licença, agradecer e outras;
  • Nomear objetos;
  • Chamar as pessoas pelo nome;
  • Utilizar a fala com mais clareza;
  • Aumentar repertório lingüístico;
  • Responder quando questionado.

 

 

OBJETIVOS PARA ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA

O aluno deverá ser capaz de:

  • Caminhar em ritmo apropriado;
  • Caminhar corretamente ao lado da professora
  • Sentar-se corretamente durante o lanche;
  • Mastigar corretamente os alimentos;
  • Alimentar-se com independência;
  • Lavar as mãos;
  • Secar as mãos;
  • Despir-se com independência;
  • Vestir-se com independência;
  • Servir-se de água no bebedouro;
  • Dosar corretamente a água em seu copo;
  • Utilizar talheres (garfo e colher) para alimentar-se adequadamente;
  • Escovar os dentes com independência;
  • Funcionalizar os materiais de higiene (xampu, sabonete, escova, creme dental, pente, bucha);
  • Tomar banho com independência;
  • Limpar-se com papel higiênico;
  • Reconhecer seus pertences de higiene.

 

 

OBJETIVOS DO PROGRAMA TEACCH

O aluno deverá ser capaz de:

  • Identificar sua agenda;
  • Realizar as transições dentro do sistema;
  • Realizar as transições fora do sistema;
  • Utilizar o verificador de forma adequada;
  • Dirigir-se a sua agenda mediante verificador;
  • Retirar o cartão da agenda;
  • Obedecer à seqüência dos cartões concretos na agenda;
  • Associar o cartão (concreto) a atividade a ser realizada;
  • Depositar o cartão na caixa depois da atividade concluída;
  • Adquirir noção de fim;
  • Identificar a área de trabalho;
  • Identificar a área de lazer;
  • Colocar o cartão no pronto após concluir a atividade, apresentando noção de finalização;
  • Utilizar o painel de comunicação para pedir água ou banheiro;
  • Associar pictograma à atividade a ser realizada;
  • Seguir a seqüência do sistema de trabalho nas pastas;

 

30 comentários para “Plano de aula para educação infantil ( Ruy Hara – 1º ano )

  1. Monalisa disse:

    Olá, sou professora do 1ºano e tenho um aluno autista, é o meu primeiro ano lidando com um aluno tão especial que pra mim já tem sido um privilégio fazer parte da sua história, mas confesso que é algo muito delicado…e que pra mim será um GRANDE desafio!
    Achei este conteúdo muito grande ou as atividades foram apenas sugestões?
    Obrigada e se possível, compartilhe sua experiência , acredito que ela será de grande valia pra mim…
    Desde agradeço a atenção!
    Monalisa

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Minha querida,
      Saiba que você tem uma missão muito linda.
      Boa sorte com sua nova jornada.
      Bem, esse conteúdo do primeiro bimestre é todo assunto do ano passado. Isso tudo o Ruy aprendeu durante o ano todo e já sabe, mas para passar para próxima fase precisamos fazer a revisão. Este ano ele vai repetir novamente o 1º ano e os assuntos novos só serão passados depois desses dois meses de revisão.

  2. auxiliadora disse:

    Recebi um aluno autista,é o 1º ano que trabalho com um aluno tão especial, confesso que será um grande desafio. Gostei muito das sugestoes, gostaria ,se for possível, receber sugestões de atividades no meu email. desde já agradeço. bjs

  3. rose disse:

    obrigada!!!suas dicas me serão de grande valor, pois estou com uma aluna de 15 anos autista classico, que não fala e anda todo o tempo, se puder me ajudar mais, agradeço.

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Inicie uma comunicação alternativa. Os gestos irão ajudar muito.

  4. Marayza disse:

    Olá, sou auxiliar de um aluno autista do nivel III da eaducação infantil. Ele tem 7 anos não fala nada e anda o tempo todo, e quando imponho limites para ele, ele se torna agressivo me mordendo, dando socos nas minhas costa e beliscando muito estar sendo um grande desafio.Confesso que muitas vezes em momentos de desespero já pensei em desistir, mas por outro lado não consegui deixa-lo!Gostei muito das sugestoes, gostaria ,se for possível, receber sugestões de atividades no meu email. desde já agradeço. bjs

  5. Muito difícil de lidar com um autista. Tema muito interessante de se tratar e averiguar soluções cabíveis para melhores tratamentos e formas de educação mais inclusiva.

  6. Edneia disse:

    Olá,eu tenho um amigo que tem um filhinho autista que tem 05 anos, e como eles tem pouca verba para coloca-lo em uma escola gostaria de saber como estimular a criança em casa mesmo. Se você puder envia a resposta para o meu e-mail. Desde já agradeço a atenção.

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Não sei lhe responder, nunca tive capacidade de cuidar do meu filho só, precisei de muita ajuda e preciso até hoje, principalmente na escola, tenho anjos que Deus enviou para cuidar do Ruy. E não lhe aconselho a ficar com seu filho em casa, procure ajuda do Estado ( Governo e Prefeitura), não sei de que cidade você é, mas se você for de Manaus lhe darei o caminho que você precisa fazer para começar seu caminho. Por favor, entre em contato comigo! Um grande abraço.

  7. regina disse:

    olá,eu faço o magistério e tenho que fazer um plano de aula para um aluno autista.o que eu poderia fazer para esse aluno? porfavou me ajude.desde já agradeço

  8. Ingrid Estela disse:

    Olá Boa Tarde!!! acho que talvez vc possa me ajudar estou com uma dificuldade enorme de encontrar uma escola para o meu filho,ele tem 4anos de idade e ele tem uma dificuldade na fala fez alguns exames e foi diagnisticado com a TDAH a principio ele é uma crianca muito alegre feliz mas o preoucupante e a fala e a falta de atencão.o que vc pode me dizer ou me indicar.Agradeco desde ja a antencão.

  9. Denise Barros disse:

    Olá!
    adorei seu site,comecei em setembro de 2011 a trabalhar com crianças autistas e estou sentindo muitas dificuldades ,visto que eles não se expressam verbalmente e não se concentram,não sei se foi porque não foram trabalhados para isto como já peguei a turma no fim do ano senti muita dificuldade.Espero que agora no inicio do ano as coisa se encaminhem melhor .Caso vc possa mim ajudar envie para mim modelos de atividades que possa realizar com eles são crianças de 6 anos.Obrigada

  10. tania disse:

    Olá! estou procurando tudo no que diz respeito a criança autista para entender melhor sobre o assunto, e gostaria que me ajudassem por favor.Tenho um sobrinho de 3 aninhos e descobrimos que ele é uma criança autista.No começo choramos muito ,mas temos que aceitar a situação com muito amor e carinho.Só que ele é muito diferente! ele é dócil, amoroso, carinhoso, entende tudo! Só não fala ainda.Tem horas que eu acho que ele não é. anda , corre, brinca, adora musica.O médico passou os seguintes remedios, resperidona e mais outros 4 que não me lembro agora.Antes de ser diagnosticado ele gritava muito, não ficava no meio de muita gente,quebrava todos os brinquedos não tinha paciência queria só correr. Depois de 2 meses de medicação ele virou outra criança.Gostaria muito que ele aprendesse a falar só esta faltando isso. Como devo fazer? adoraria poder ajudar nesta parte. Qual o grau de autismo dele, seria possivel vocês me dizerem? dizem que tem varios graus.Grata.

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Tania,

      Olá,
      Muito legal você ajudar seu sobrinho, essa família vai precisar de muito apoio. Parabéns!
      Serão muitas as dificuldades, mas o mais importante é dar amor, muito amor. Sempre ficar atento para ele, pois como ele é uma criança que “entende” vocês devem ter cuidado com o que falam perto dele. Muito cuidado para ele não ser uma pessoa criança triste, mantenham ele em atividades ( escola, esporte, passeios, casa de parentes com os primos etc… ), algumas crianças ficam tristes e desenvolvem depressão piorando muito o quadro, pois há pais que escondem as crianças em casa. Ele pode viver entre todos, não isolem ele, por favor. Muitas vezes será difícil eu sei, mas é só não ter vergonha e falar a verdadeira situação de vocês. “Me desculpem, meu sobrinho é uma criança especial”. Você vai ver tudo muda. O problemas das pessoas aceitarem a conduta estranha dessas crianças é que fisicamente eles são lindos e perfeitos, e acaba parecendo falta de educação.
      O autismo é diferente da Síndrome de Donw, mas o tratamento delas são parecidos. Ele vão precisar de ajuda em praticamente tudo, na escola, na interação, na fala, na coordenação, mas principalmente e o mais importante que é nas atividades do dia-dia, como escovar dente, ir ao banheiro, tomar banho, o ensino deve ser constante, mas eles acabam aprendendo, cada um tem seu tempo, o Ruy aprendeu a ir ao banheiro só, com 3 anos, mas ainda não toma banho sozinho. Então devemos respeitar o tempo de cada um. Dentre todas as intervenções a fala é a mais difícil, como ele não fala nada, a primeira coisa é ensinar ele a emitir sons, muito sons, e depois partir para as palavras.
      Tânia, o autismo tem realmente muitos graus e tipos e o desenvolvimento das crianças dependem muito dos graus, não dá pra saber qual o grau do seu sobrinho pelo o que você me falou. Mas geralmente as crianças que falam algumas palavras e depois param de falar estão em grau mais leve a moderado. Os Asperger, os TID, autistas de alto desenvolvimento, são considerados de grau leve a moderado. O que deve ser o caso do seu sobrinho. Nesses casos, os exames neurológicos dão quase sempre normal, diferente dos casos severos onde os exames apresentam quase sempre retardo mental. Eu já vi casos de autistas moderados irem para o leve com os tratamentos. E já vi também autistas moderados irem para o severo por falta de tratamento, portanto, não deixe de cuidar desta criança. Muitos tratamento são caros, alguns o governo oferece. Uma coisa que nos ajudou muito no começo foi a T.O. que o Ruy fazia uma vez por semana e nos outros dias eu fazia em casa com as anotações que eu fazia num caderninho e o olhar atento para cada palavras, cada gesto e cada EXERCÍCIO / ATIVIDADE, quando chegava em casa reproduzia tudo mesmo sem saber pra que servia, fazia pela manhã, pela tarde e pela noite.

      Então fique acompanhando blog que sempre tem muita informação sobre o Ruy que poderá ajudar.

      Um grande bj pra todos.

  11. Patricia Alice disse:

    Boa tarde…

    Gostaria se possivel de orientação de como proceder, fazer com crianças autistas, vou receber esta semana um aluno autista (1ºano)…tenho o conteúdo mas, nao tenho os procedimentos…fico no aguardo.
    Agradecida,

    Patricia Alice

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Patrícia,

      Cada criança é diferente uma da outra.
      Não tenho como lhe ajudar assim sem conhecer a criança.
      Muitas coisas devem ser levadas em consideração.

      Manda um e-mail pra mim sobre essa crianças e suas dificuldades, ok?

      bj

      Kiê

  12. Celso Milan disse:

    Parabens professora, esta sementinha que voce está plantando e arrebatando outros professores, com certeza fará a diferença e dará mais esperanças paras estes anjinhos que vieram ao mundo para fazer com que pais e educadores cresçam mais,adorei suas dicas, sou professor do SENAI, mas estudo pedagogia e agregou bastante ao meu conhecimento , abraços

  13. Cleusa Braga de Almeida disse:

    Olá, sou professora de sala de recurso e tenho um aluno autista, é o meu primeiro ano lidando com um aluno tão especial que pra mim já tem sido um privilégio fazer parte da sua história, mas confesso que é algo muito delicado…e que pra mim será um GRANDE desafio!
    Este conteúdo muito grande ou as atividades foram apenas sugestões?
    Obrigada e se possível, compartilhe sua experiência , acredito que ela será de grande valia pra mim…
    Desde agradeço a atenção!
    Cleusa

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Cleusa,
      Esse conteúdo foi desenvolvido para o Ruy. Parte de revisão, parte de assunto novo.Mas hoje lhe digo que Ruy já passou por esse programa e já está num programa mais avançado.
      O que prova que aprender é possível. E ensinar um autista não é difícil, basta ter as ferramentas certas.

  14. Roberto Quirino disse:

    Ola, sou professor auxiliar de uma escola em meu município, e em minha sala de aula tenho um aluno que é autista, e a responsabilidade maior de promover a educação básica para esse meu aluno ficou comigo. Confesso que esta sendo muito difícil e cansativo, mas cada vez que vejo um sorriso no rosto de meu aluno, fico mais apaixonado (pode-se dizer assim)pela profissão de educador. Preciso de ajudar em relação em atividades.

    Desde já agradeço a sua atenção e os conteúdos exposto sera de muita utilidade.

    ATT Roberto Quirino

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Roberto, Parabéns.
      Este é um desafio. Bom, as atividades dependem no nível do aluno.

  15. josue oliveira gomes disse:

    preciso de um plano de aula com no mínimo 30 minutos de duração para trabalhar as principais dificuldades desta criança.

    criança com 5 anos , foi encaminhando pelo seguinte motivo: “ linguagem incoerente, agressividade na escola, dificuldades de adaptação a novos ambientes, aparentava retardo mental” sua mãe dizia.

    P. tem uma boa habilidade manual raramente responde a chamados principalmente do seu nome, ha um contraste chocante com suas relações com as pessoas e os objetos ocupa-se sempre com muita vivacidade e parece plenamente satisfeito, exceto quando alguém insisti em intervir nas atividades que ele esta executando, tenta afastar-se com impaciência , grita e da pontapés já com as pessoas não demonstra nenhum laço afetivo , comporta-se como se ninguém estivesse no mesmo ambiente, nunca levanta os olhos para olhar nos rosto das pessoas, quando esta com as outras crianças não presta atenção nelas mas tenta tomar seus brinquedos.

    Com relação a linguagem sua pronuncia e clara e tem um bom vocabulário, sua construção frasal e satisfatória , fora uma excessão significativa: nunca utiliza o pronome pessoal na primeira pessoa, nem diz seu nome para falar de si mesmo. Todas as falas são ditas na segunda pessoa, como se fossem repetições de coisas que tem sido ditas anteriormente, de vez em quando repete tudo como um “papagaio”.

    Na sala de aula corre em circulos pronunciando palavras de formas soltas ou repetições se mostra agressivo quando e contrariado.

  16. Eliana Alves disse:

    Suas sugestões me foram muito valiosa, pois faço atendimento educacional especializado e meus anjinhos são quase todos autistas. Com certeza esse é um trabalho muito arduo, porém gratificante e você sabe disso melhor doque eu. Parabéns e sucesso!!!

  17. Raquel Gomes disse:

    Oi, gostaria de saber como é feito um plano de aula para aluno autista!

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Caramba!

      Que faz é a fono do Ruy em conjunto com a escola. Eles verificam dentro o programa escolar quais as capacidades que o Ruy precisa aprender. É importante traçar objetivos seguros e graduais. Lembro que nossa primeira pretensão na escola foi ele aprender a segurar no lápis, depois foi aprender alguns conceitos básicos: letras, números, colorir, etc… depois aprender a escrever as letras, e assim vai… Hoje Ruy está aprendendo a ler e escrever para ser alfabetizado, é uma gracinha. Vá atingindo estágios e subindo a escada devagar. Você precisa ter em mente que o material convencional da escola não serve para ensinar crianças com autismo. É preciso de material adaptado.

  18. marly disse:

    OI SOU ALUNA DE PEDAGOGIA E COMEÇEI A ESTAGIA EM UMA EMI TENHO UM ALUNO AUTISTA DE 4 ANOS QUE NAO FALA E MUITO AGITADO E NÃO TENHO COMO AJUDA MINHA CORDENADORA QUER UM PLANO DE AULA PARA ELE,PARA MOSTRA PARA A MÃE A MESMA AINDA NÃO LEVOU A CRIANÇÃ EM NENHUM ESPECIALISTA APESAR DE MUITAS TENTATIVAS DA ESCOLA AGORA QUEREM QUE EU RESOLVA O PROBLEMA QUERO AJUDA MAS NÃO SEI COMO.

  19. Mariana disse:

    Kie, há muito tempo acompanho seu blog, tenho muita asmiração por você, sou mãe de um autist de 8 anos de idade ontem soube que seremos transferidos para MANAUS. Estou morando em Aracaju há 5 anos, confesso que estou um pouco aterrorizada, não sei o que esperar em relação ao tratamento para autistas em Manaus. …por favor , vc poderia me indicar, ecolas, profissionais, clinicas, o ue tivee ao seu alcance, será de grande valia para mim….Obrigada que Deus esteja contigo sempre…

    1. Kiê Tiradentes disse:

      Mariana, obrigada.
      Esse espaço é nosso, sempre que precisar estaremos aqui para ajudar!

  20. marcio vieira França disse:

    como fazer um planejamento para uma criança altista para musica

  21. cleia disse:

    Otimo o planejameto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>